Ações contra o governo machista de Bolsonaro

  • Emenda que garantiu o duplo benefício (R$ 1200) do auxílio emergencial às mulheres chefes de família monoparentais;
  • Aprovado: Projeto que garante prioridade à mulher provedora e chefe de família no recebimento do auxílio emergencial (Vetado por Bolsonaro)
  • Aprovado: Projeto que garante ações para o abrigamento de mulheres em situação de violência doméstica durante a pandemia (em co-autoria com Sâmia Bomfim e deputados do PSOL)
  • Projeto que prevê a ampliação do auxílio emergencial de quem chefia famílias monoparentais para 12 meses (com colaboração de Luana Pires e Débora Diniz)
  • Projeto que prevê garante prioridade para mulheres de baixa condição sócio-econômica e que ocupam o posto de cuidadoras das famílias e comunidades na testagem para a COVID-19 (com colaboração de Luana Pires e Débora Diniz)
  • Projeto que prevê ampliação e divulgação do Disque 180 para proteção da vida das mulheres em situação de violência.
ver balanço 2020

Cadastre-se para receber informações do mandato e novidades sobre as nossas lutas!