A líder do PSOL, deputada Fernanda Melchionna (RS), solicitou providências da Comissão Externa de Ações Contra o Coronavírus em relação às agressões sofridas por pesquisadores do projeto EPICOVID19-BR.

Em ofício enviado à Comissão, a deputada propõe uma moção de repúdio às agressões sofridas pelas equipes de pesquisa, especialmente àquelas perpetradas pelas forças de segurança, o envio urgente de expediente aos governadores dos estados onde as agressões ocorreram ou em que haja municípios que ainda não tomaram as providências necessárias para a continuidade das pesquisas, para que tomem todas as medidas necessárias para garantir o bom andamento das pesquisas e a segurança dos pesquisadores, e a oitiva dos coordenadores da pesquisa, para que relatem a esta Comissão as agressões e dificuldades enfrentadas.

Quem criminaliza pesquisadores atenta contra a Ciência e a vida!

Protocolamos hoje na Câmara um requerimento à Comissão Externa sobre ações de combate ao coronavírus para requer a segurança dos pesquisadores, que estão à frente da pesquisa EPICOVID19-BR, coordenada pela UFPel e que estão sofrendo agressões em diversas cidades do país. Não se pode tolerar agressões a pesquisadores da UFPel e entrevistadores do IBGE. A pesquisa populacional sobre o COVID-19 é de extrema importância, ainda mais nesse momento de escalada da pandemia no Brasil.

Posted by Fernanda Melchionna on Monday, May 18, 2020

“A combinação de um Ministério da Saúde inoperante, de um governo tomado pelo obscurantismo, a falta de comunicação e a proliferação de fake news, faz com quem está na ponta, fazendo ciência, se encontre em risco. Isto é inadmissível”, afirma a líder do PSOL.

Cadastre-se para receber informações do mandato e novidades sobre as nossas lutas!

Vem ser PSOL!

Os tempos difíceis nos exigem muita capacidade de luta e organização! Vem ser PSOL e fortaleça a luta contra o governo Bolsonaro!

Quero me filiar