O Supremo Tribunal Federal (STF) deu um prazo de 30 dias para que o governo do presidente Jair Bolsonaro apresente um plano global de imunização contra a Covid-19 após ser acionado pelo PSOL e outros partidos da oposição por causa da omissão do Ministério da Saúde no combate à pandemia. O ministro Ricardo Lewandowski marcou para 4 de dezembro o julgamento sobre as vacinas contra o novo coronavírus.

Ele apontou que é imprescindível que o governo Jair Bolsonaro envie em 30 dias um plano “detalhado acerca das estratégias que está colocando em prática ou pretende desenvolver para o enfrentamento da pandemia”. Lewandowski quer um programa com ações, parcerias e cronograma financeiro que garanta a oferta e distribuição tempestiva, universal e gratuita de vacinas.

Nesta semana, o Brasil ultrapassou a marca de 170 mil mortes por Covid-19, com mais de de 6,1 milhões de casos de pessoas infectadas. De acordo com a instituição científica britânica Imperial College, o Brasil tem agora a maior taxa de transmissão do coronavírus desde maio. A cada 100 pessoas infectadas, outras 130 ficam doentes no país. É o maior ritmo de contágio em seis meses e reverte a queda recente que o país vinha apresentando. O temor de especialistas é que uma eventual segunda onda da pandemia atinja o país com mais força.

Cadastre-se para receber informações do mandato e novidades sobre as nossas lutas!

Vem ser PSOL!

Nossa luta não começa nem termina nessas eleições. Depois do primeiro turno, em que comemoramos a derrota dos candidatos, apoiados por Bolsonaro e a votação expressiva e vitoriosa do PSOL, em diversas capitais, gostaríamos de te convidar pra ser parte do partido que mais cresce no país!

Quero me filiar