Na última semana, o Conselho Universitário da Universidade Federal da Fronteira Sul (SC, PR e RS) deliberou que Marcelo Recktenvald, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para a Reitoria da instituição federal, não deve permanecer no cargo. O candidato foi o menos votado para reitor da Universidade e ocupou o terceiro lugar na lista tríplice. Após realização de assembleias em todos os campi da UFFS, o Conselho Universitário da Universidade decidiu destituí-lo do cargo. A situação é inédita nas instituições federais.

Em audiência pública na Comissão de Educação, na Câmara dos Deputados dessa terça-feira (8), a deputada federal Fernanda Melchionna, do PSOL/RS, reafirmou que “ a decisão do Consun pela destituição de Marcelo Recktenvald deve ser acatada. Essa é uma deliberação do órgão máximo da UFFS e o Presidente tem que respeitar a autonomia universitária. Esse candidato não representa a comunidade acadêmica”.

Em respeito à decisão da UFFS, Bolsonaro tem que destituir Reitor!

Em decisão inédita no país, o Consuni, órgão máximo da UFFS, deliberou pela destituição do reitor Marcelo Recktenvald (candidato menos votado escolhido por Bolsonaro). A decisão do Consuni da Universidade tem que ser respeitada! Nosso apoio aos que lutam e basta de autoritarismo!

Posted by Fernanda Melchionna on Tuesday, October 8, 2019


A deputada relembrou que não foi somente na UFFS que o presidente Jair Bolsonaro indicou candidatos com poucos votos ou até mesmo fora da lista tríplice para assumir Reitorias. “Na UFC, UFRB, UFVJM, UFMT e CEFET-RJ também seguimos apoiando a luta da comunidade acadêmica para que Reitor eleito seja Reitor empossado. Precisamos fazer frente a esse período autoritário e de intervenção nas universidades federais”, disse Fernanda. 

Durante a audiência foi aprovada uma moção de apoio ao Consuni diante da decisão de destituição do atual Reitor da UFFS e também um requerimento de convocação do Ministro da Educação, Abraham Weintraub, para explicar o processo de intervenção de reitores nas universidades federais.

Além disso, a deputada, junto a outros parlamentares, protocolaram um requerimento de indicação sugerindo a destituição do professor Marcelo Recktenvald do cargo de Reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul, respaldando a decisão majoritária do Conselho Universitário. Um requerimento de informação direcionado ao ministro da educação também foi realizado com uma série de questionamentos sobre a fundamentação do ato de nomeação do Reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul.

Cadastre-se para receber informações do mandato e novidades sobre as nossas lutas!